Café Valentin

Textos de Karl Valentin
Actores: Ângelo Castanheira
Jeanneth Vieira
Raquel Campos
Victor Valente
Figurinos: Tucha Martins
Encenação: Victor Valente
Estreado a 8 de Fevereiro 2008 no CineTeatro Alba, Albergaria-a-Velha.

Café Valentin foi o espectáculo de estreia da Companhia do Jogo, grupo de teatro profissional, com sede em Albergaria-a-Velha, distrito de Aveiro. A Companhia do Jogo é dirigida por Victor Valente.
O espectáculo, concebido originalmente para um espaço de café-teatro (sendo esse o espaço e ambiente ideais), pode igualmente ser apresentado num espaço teatral mais convencional.

Café Valentin integra diversos textos de Karl Valentin, sendo o espectáculo marcado por um inteligente e corrosivo sentido de humor e por incompreensões verbais e trocadilhos. Dois actores e duas actrizes atravessam o universo de Karl Valentin e dão vida às diversas personagens do espectáculo durante cerca de 80 minutos carregados do humor do dramaturgo e cómico alemão.

Nunca pretendendo moralizar, os diversos sketchs que compõem o espectáculo caminham entre jogos de palavras e acabam em situações de desequilíbrio absurdo.

8 sketchs de Karl integram o espectáculo: “Hoje que tem tempo”, “Conversa na Fonte”, “Teatro Obrigatório”, “Na Chapelaria”, “Na Serração”, “Pai e Filho acerca da Guerra, “Ida ao Teatro” e “Carta de Amor”.

Na loucura e anarquia das palavras de Karl Valentin encontrámos e lançámos a primeira pedra deste projecto teatral que pretendemos duradouro.

A irreverência de Valentin fascina-nos, o seu humor corrosivo, inteligente e indirecto transforma-se num exercício de inteligência. A amoralidade e banalidade das situações que cria, normalmente com personagens da pequena e média burguesia, associadas aos seus jogos de palavras, despertam o sentido da liberdade de me rir de mim próprio e do mundo que nos rodeia.